A retrospectiva dos meus 31 anos

31 anos.. impossível viver a tua chegada sem um sentimento nostálgico. Impossível receber-te sem fazer uma retrospectiva do ano que passou, do que nele vivi, aprendi, conheci, procurei esquecer e senti.

365 dias que encerraram em si o completar de mais um ciclo. 
E estou agradecida por tudo. De verdade. Porque hoje sou mais eu e, por isso, mais feliz. 

Durante este ano, aconteceram muitas coisas: evolui na carreira, reencontrei uma amizade perdida no tempo, apaixonei-me. Paralelamente, encontrei o "meu" emotional coach e intensifiquei o meu trabalho de auto-conhecimento, o que me permitiu dar saltos quânticos na descoberta de quem eu realmente sou. E apesar dos saltos sei, humildemente, que tantos outros existem ainda por dar. Mas é bom sentir-me a ir no sentido certo. 

Claro que continuam a existir as duvidas existenciais, os dias cinzentos, as tristezas e as manifestações do ego..não estou, nem sou iluminada :) Mas vivo hoje uma felicidade mais consciente e, por isso, mais real! 

Daqui em diante, o que o meu coração me pede é que viva cada vez mais em amor. Um amor verdadeiro, genuíno, alinhado com o meu ser. Este ser que eu sempre fui, mas que, em parte, tem vivido inconsciente em mim. 

E tu? Costumas fazer retrospectivas de quando a quando? Não digo no aniversário mas quando e sempre que te faz sentido? Se não tens por hábito fazê-lo... porque não hoje? ;)

Photo by Tiko Giorgadze on Unsplash

Comentários