Como ser feliz solteira?


Desde há algum tempo que estou solteira - leia-se solteira e não sozinha! 

Sou solteira e feliz.

Não é meu objectivo estar para aqui com falsos moralismos - ser solteira e feliz às vezes é um desafio, do mesmo modo que o é estando com alguém. Sei do que falo porque também já estive em 2 relacionamentos longos. E em ambos os estados há altos e baixos.

Claro que tenho o desejo de encontrar alguém com quem possa construir um projecto comum, não por necessidade de ter esse alguém mas sim como extensão do que sou e como parte do meu propósito de vida. Da mesma forma que quero construir uma carreira ou desenvolver a minha espiritualidade. Tudo isso dá sentido ao viver e motiva-nos a procurar, todos os dias, sermos ainda mais felizes.

Mas porque sei que nem todos os dias são fáceis quando não se tem aquele alguém especial ao nosso lado, partilho algumas das verdades que tenho descoberto nesta fase de solteira.

De que forma se pode ser feliz solteira?

#1 Solteira não é estar sozinha - há muita vida no ser solteira. Temos é de estar predispostas para isso. Rodeia-te dos que te fazem bem: família e amigos. Mostra-te aberta para conhecer pessoas novas e interessantes. Solteira sim, sozinha não! 

#2 Solteira é altura para auto-namorar - se queres assim tanto estar numa relação é porque não deste a mínima hipótese à mais importante de todas: a relação contigo mesma. Sim, eu sei que já leste sobre isto mil vezes... mas já tentaste mesmo cultivar uma relação de amor próprio? Aproveita o tempo de solteira para te conheceres, perceberes o que gostas, descobrires o que te interessa.

#3 Solteira cria independência - não há nada melhor do que estar um tempo solteira para aprender a ser independente. Há dias difíceis mas, acabam sempre por chegar outros mais leves e esperançosos. E se tiveres oportunidade, vive sozinha. Há um ano que deixei a casa dos meus pais e tem sido a aprendizagem da minha vida.

#4 Solteira torna-te numa melhor namorada - hoje sinto-me mais preparada para estar verdadeiramente com as pessoas. Tornei-me mais selectiva é um facto, porque sei melhor quem sou, quero e me faz bem. E isto aplica-se também, às pessoas com quem aceito sair em "dates". Aprender a ser solteira e feliz tornou-me mais autêntica e verdadeira comigo e com os outros.

Imagem: VisualHunt

Comentários