Ser espiritual é cool!

Se perguntar às pessoas o que elas entendem por "ser espiritual", a maioria irá dar-me uma de duas respostas: ser conservador e religioso ou ser esotérico e alienado da sociedade. Para quem já segue o meu blog, acredito que tem uma visão um bocadinho menos redutora sobre este tópico.

Ser espiritual não implica necessariamente ser religioso ou esotérico, mas também não exclui que o sejamos. Resumindo e baralhando: uma coisa não implica a outra mas também não a exclui.

Para vos explicar, gostava de contar um pouco sobre a minha experiência pessoal, e como descobri que ser espiritual... é cool! 😎

Tive uma educação católica que me ensinou alguns bons valores dos quais não abdico. Outros, nem tanto, e com o tempo fui escolhendo o que fazia sentido, ou não, manter. No geral, a minha experiência com a religião foi positiva, teve o seu tempo, mas hoje não me considero uma pessoa religiosa. Considero-me, sim, uma pessoa espiritual.

O que é ser espiritual?

Para mim, ser espiritual é ter consciência de que temos vários corpos (como o físico, o mental e o emocional) e que alguns deles são imateriais. E não pretendo ser esotérica quando digo isto, a física prova-nos que somos energia condensada. Ao compreender a complexidade do meu ser, consigo trabalhar todas as minhas dimensões e realizar-me de uma forma mais profunda e genuína. E isso, para mim, é ser espiritual. 

Ser espiritual tanto pode estar numa hora de meditação como num interail com os amigos, numa sessão de terapia como numa corrida à beira-mar. Se a nossa essência (quem realmente somos) se sentir realizada, então estamos a ser espirituais.

Com o tempo (e prática) fui aprendendo isso. A meditação ajudou muito. Mas beber um copo com os meus amigos também. Percebi que ser espiritual não implica radicalismos ou restrições ao que sou.

Porque é que ser espiritual é cool?

Não há nada mais cool do que ser espiritual, ou seja, do que estarmos conectados connosco mesmos. É sermos o nosso próprio mestre e Deus, vivermos na mais pura das verdades com quem realmente somos. Haverá coisa mais fantástica do que isso?

Como ser espiritual?

Ser espiritual é mesmo cool, mas não dispensa totalmente o trabalho interno, tão vulgarmente denegrido na secção de "auto-ajuda" das livrarias. Desenvolvimento pessoal, coaching, meditação, reiki, psicoterapia e outros que tais fazem parte do processo da espiritualidade. Não necessariamente todos, cabe a cada um descobrir o que faz sentido para si. 

Mas estaria a mentir se dissesse que pode ser-se espiritual sem olhar para dentro. Tem de se olhar, mas com leveza. É como se fosse o jogo do espelho, ao contrário.

Cada dia que passa, em que me fico a conhecer melhor sei que me torno um bocadinho mais espiritual. Porque cai por terra o tentar agradar os outros, o agir por inconsciência ou mera satisfação do ego, deixa de fazer sentido a inebriação dos sentidos para não lidar com a realidade. E fica apenas espaço para ser mais eu e, por isso, mais feliz.

Para ti, faz sentido esta definição de ser espiritual? Consideras-te uma pessoa espiritual? Gostavas de ser mais? O que podias fazer hoje para seres mais tu? Conta-me, quero saber 😊

Photo by Abigail Keenan on Unsplash

Comentários

  1. Sinto o mesmo, cada vez mais me torno mais espiritual, mais conectada com o meu mundo interior. E sim, neste momento procuro aprofundar mais esse lado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Serena :)
      Que bom que há mais pessoas que são espirituais e cool. Que continues esta jornada e que te possas conhecer cada vez melhor!

      Eliminar

Enviar um comentário