6 razões para adorares a vila de Sintra


O centro / vila de Sintra é um lugar mágico, que se destaca tanto pela sua beleza natural como pelos seus tesouros históricos. Sem grande esforço, consegue servir de palco às mais variadas histórias: desde as mais românticas, com castelos e princesas, até às mais aterradoras, com casas assombradas e almas penadas.

6 razões para adorares a vila de Sintra

#1 Paisagem de cortar a respiração - a primeira, e talvez a mais óbvia, é a paisagem de cortar a respiração. Em alguns dos pontos mais elevados da serra de sintra, como o Castelo dos Mouros ou a Peninha, consegues ver verde e mar a perder de vista.

#2 Doces (mesmo doces!) - travesseiros ou queijadas de sintra são os dois doces mais típicos desta zona.
 Os locais mais famosos são a Casa do Preto e a Piriquita. Caso queiras provar, aconselho para além de apetite por algo bem doce, uma boa dose de paciência até seres atendidas. Eu como não sou fã de nenhum, prefiro ficar-me por uma ginginha.

#3 Ruelas encantadoras - andar nas ruelas da vila de Sintra é delicioso. São pequenas, apertadas, repletas de escadas e lojinhas pitorescas, com produtos tipicamente portugueses. Para evitar acidentes, recomendo calçado confortável e bastantes euros na carteira (os preços são pensados para os turistas).

#4 Monumentos épicos - já visitei várias vezes alguns dos monumentos de
Sintra e não me canso. São, sem sombra de dúvida, mágicos. Os meus predilectos são o Palácio Nacional da Pena, a Quinta da Regaleira e o Hotel Palácio de Seteais.

#5 Comida - a vila de Sintra é cheia de bons locais para apreciar boa comida. Embora um pouco afastados do centro, destaco dois restaurantes, em S. Pedro de Sintra: Taverna dos Trovadores, onde podes, ao fim-de-semana, jantar comida típica portuguesa e depois, ouvir música ao vivo num espaço acolhedor; e Pic Nic de Sintra, onde se come excelente comida indiana.

#6 O lado mais alternativo - além do roteiro turístico, a vila de Sintra brinda-nos com alternativas igualmente fantásticas. A Casa do Fauno é, sem dúvida, um dos meus espaços de eleição. Aqui, és transportada para um ambiente mediaval, com direito a vinho quente ou hidromel. Por sua vez, o Espaço Edla, conjuga de forma harmoniosa salão de chá, pastelaria, produtos gourmet, espaço de arte e alojamento local. Apesar de não ser no centro, não gostaria de deixar de nomear o Templo Kadampa Deuachen, onde aprendi a meditar.


A vila de Sintra embarca em si beleza, magia, misticismo e história. 



Para mim, continua a ser dos locais mais bonitos que já vi na vida. Tem a capacidade de me transportar no tempo com os seus monumentos, fazer-me viver apenas o momento nas suas ruelas românticas e colocar-me em contato único com a minha essência através de uma natureza imponente.

Comentários

  1. Adoro Sintra, nem sei bem explicar o sentimento que sinto em relação a essa vila!
    Costumo dizer que é uma vila encantada cheia de magia! E para mim é mesmo isso!
    Ao ver este teu post fiquei com tanta vontade de lá voltar em breve!
    Beijinho enorme e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Sintra é bem perto de onde eu vivo. Não vou lá mais vezes, confesso que pela dificuldade em estacionar. Mas quando vou, é tão bom que penso: fogo, vale a pena andar à procura para poder estar aqui. Conseguimos ser preguiçosas e comodistas, às vezes :P

    ResponderEliminar

Enviar um comentário