Como ter um ano mais feliz sem planos



Nos últimos dias, o tema é o mesmo, seja na minha caixa de email, redes sociais ou conversas formais e informais: Ano Novo, Vida Nova!
Chegou um novo ano e temos de aproveitar os 365 dias para criar estratégias, escrever metas, enumerar objectivos e traçar planos de acção. Mudar de emprego, fazer exercício, comer de forma mais saudável, fazer uma viagem grande anual e uma pequena de 3 em 3 meses... bora lá, bora lá, bora lá!!! 
Que canseira!... chega quase a ser imposição. Como se a chegada do novo ano não pudesse ser vivido de outra maneira. Não tenho nada contra get the things done - planear e executar é uma das receitas para se ser mais feliz mas penso que ela ganha uma dimensão pesada nesta altura do ano.
Por isso, este ano, decidi fazer diferente.
Também queres fazer diferente? Então bem-vindo ao Ano Novo... sem planos!!

#1 A arte de agradecer (não peças, agradece)-  desde o início de Dezembro que vou escrevendo diariamente coisas que me acontecem e agradeço. E nem sempre são coisas boas, às vezes são coisas menos agradáveis mas que encerram em si uma aprendizagem. O desafio é pedir menos e agradecer mais. Espreita este artigo onde falo mais sobre a arte de agradecer.
Sem planos?!? (pânicoooooo... sim, inclusive para a minha mente que está habituada a ter TANTO para pensar!). Mas a verdade é que considero que às vezes traçamos objectivos e eles, em vez de nos ajudarem, nos limitam. Por isso, porque não começar o ano sem planos?

#2 Let it flow(deixa as coisas fluírem) - quem sabe se deixares de traçar aquele objectivo, te surja uma oportunidade da qual não estás à espera? Arrisca-te a deixares que a vida te surpreenda e deixa de pensar que só poderás ser feliz se o teu objectivo se realizar de uma maneira. Porque há muitas formas de ser feliz e muitas delas nem sonhamos quais são! Vê aqui as 10 verdades que me ajudaram a fluir a vida (let it go)
#3 Processo inverso (em vez de traçar objectivos, escreve acontecimentos) - ao agradeceres e deixares que as coisas sigam o seu caminho natural, não implica que estejas parados. É importante estares em permanente mudança e evolução. Mas em vez de fazeres uma lista com tudo o que tens de fazer neste novo ano, dá espaço à vida para te surpreender e vai anotando os acontecimentos, aprendizagens e novidades que fores somando.

Eu própria estou a experimentar, pela primeira vez, esta forma de encarar o Ano Novo mas, até agora, tem sido libertador e muito gratificante.

Vamos ser mais felizes? :)

Foto via Unsplash

Comentários